Mostrando 16 resultados

Descrição arquivística
Krueger, Julia
Opções de pesquisa avançada
Visualizar impressão Visualizar:

16 resultados com objetos digitais Mostrar os resultados com objetos digitais

Índice topográfico do acervo I

O presente instrumento descreve a localização dos documentos de caráter permanente, armazenados no ACERVO I do Arquivo Público do Estado de Santa Catarina, Unidade Saco dos Limões. Esse índice foi organizado de maneira a facilitar a busca dos documentos que compõem os Fundos Documentais e Coleções desse acervo, que se constitui na sua maioria dos processos de terras do Instituto de Reforma Agrária de Santa Catarina - IRASC e outros processos judiciais da Secretaria de Justiça de Santa Catarina.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Índice topográfico do acervo III

O presente instrumento descreve a localização dos documentos de caráter permanente, armazenados no ACERVO III do Arquivo Público do Estado de Santa Catarina, Unidade Saco dos Limões. Esse índice foi organizado de maneira a facilitar a busca dos documentos que compõem os Fundos Documentais e Coleções desse acervo.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Inventário das séries e subséries documentais do Grupo Escolar Lauro Muller (1912/2007)

Os documentos do Grupo Escolar Lauro Muller, do período de 1912 a 2007, foram recolhidos ao Arquivo Público do Estado em 17 de dezembro de 2015, resultado do Projeto de implantação do Instituto de Documentação e Investigação em Ciências Humanas (IDCH/FAED), o qual foi elaborado por uma equipe de professores vinculados a este Centro e aprovado pelo Edital FINEP 2008. O acervo documental, objeto dessa ação, registra parte de um projeto dedicado à "construção de um passado", construção esta que tem como propósito a recuperação e a conservação. O acervo do Grupo Escolar Lauro Muller, especificamente, o que se intentou foi o entretecer da materialidade e o sentido do sistema cotidiano escolar. Exemplo disso são os objetos que se apresentam na sociedade como meros “cadernos pautados e de capa dura” que por designação do sistema cotidiano escolar passam a ser qualificados como “livro de autoridades”. Para recuperar as informações contidas nos documentos, faz-se necessário acessar o CD-ROM disponível na Biblioteca de Apoio do APESC, Registro n. 1160.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Inventário das séries documentais do fundo da Comissão Estadual da Verdade “Paulo Stuart Wright” (1964/2015)

O objetivo da criação da Comissão Estadual da Verdade é auxiliar a Comissão Nacional, visando examinar e esclarecer violações de direitos humanos praticadas por motivação exclusivamente política no período de 18 de setembro de 1964 à 05 de outubro de 1988, no território do Estado de Santa Catarina, a fim de efetivar o direito à memória e à verdade histórica e contribuir para a promoção da reconciliação nacional. O fundo é constituído basicamente por cópias xerográficas dos processos do Superior Tribunal Militar, correspondente às séries: Correspondências Recebidas, Dossiês, Inquéritos, Listagens, Processos, Relatórios e Requerimentos.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Índice onomástico dos requerimentos de concessões de terras da Diretoria de Terras e Colonização (1876/1905), v. 2

Neste volume foi organizada a Série documental Requerimentos da Diretoria de Terras e Colonização do período de
1876-1880/1881-1883-1890/1898-1900-1903-1905. Os Requerimentos tratam, na sua maioria, das concessões de terras do Estado aos colonos imigrantes. No entanto, encontramos Requerimentos que não se tratam de concessões de terras e achamos melhor descrevê-los ao final deste Índice, trocando o campo da Localidade pelo campo Assunto. Também encontramos nesses códices/volumes outros tipos de documentos, tais como: Declarações, Recibos de Pagamentos (Emolumentos), Designação de Lotes de Terras, Abaixo-assinados, Traslado, Edital e Cópia de Edital, Título de Nomeação, Certidão, Procuração, Atestados e outros, todos esses anexos ao Requerimento.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Índice onomástico dos requerimentos de concessões de terras da Diretoria de Terras e Colonização (1867/1926), v. 3

Neste volume foi organizada a Série documental Requerimentos da Diretoria de Terras e Colonização do período de
1867/1879-1887/1888-1892/1902-1905-1907-1914/1915-1920/1921-1926. Os Requerimentos tratam, na sua maioria, das concessões de terras do Estado aos colonos imigrantes. No entanto, encontramos Requerimentos que não se tratam de concessões de terras e achamos melhor descrevê-los ao final deste Índice, trocando o campo da Localidade pelo campo Assunto. Também encontramos nesses códices/volumes outros tipos de documentos, tais como: Declarações, Recibos de Pagamentos (Emolumentos), Designação de Lotes de Terras, Abaixo-assinados, Traslado, Edital e Cópia de Edital, Título de Nomeação, Certidão, Procuração, Atestados e outros, todos esses anexos ao Requerimento.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Índice onomástico dos requerimentos de concessões de terras da Diretoria de Terras e Colonização (1870/1908), v. 4

Neste volume foi organizada a Série documental Requerimentos da Diretoria de Terras e Colonização do período de 1870,
1889 a 1892 e de 1895 a 1908. Os Requerimentos tratam, na sua maioria, das concessões de terras do Estado aos colonos imigrantes. No entanto, encontramos Requerimentos que não se tratam de concessões de terras e achamos melhor descrevê-los ao final deste Índice, trocando o campo da Localidade pelo campo Assunto. Também encontramos nesses códices/volumes outros tipos de documentos, tais como: Declarações, Recibos de Pagamentos (Emolumentos), Designação de Lotes de Terras, Abaixo-assinados, Traslado, Edital e Cópia de Edital, Título de Nomeação, Certidão, Procuração, Atestados e outros, todos esses anexos ao Requerimento.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Inventário da Coleção Associações (1948/2012)

O inventário está representado em ordem alfabética das seguintes Associações: Associação Amigos do Arquivo Público do Estado de Santa Catarina (1985/2012), Associação dos Amigos do Arquivo do Paraná (1993), Associação dos Aposentados e Pensionistas da Previdência Social na Grande Florianópolis (1986), Associação Brasileira de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa (1968/1972), Associação Brasileira de Municípios (1966), Associação Brasileira de Odontologia (1973), Associação Brasileira de Odontopediatria (1967), Associação Brasileira de Recreação (1971), Associação Catarinense de Conservadores e Restaurantes de Bens Culturais ([s.d.]), Associação Comercial de Florianópolis (1947/1952), Associação Comercial e Industrial de Blumenau (1952/1969), Associação Comercial e Industrial de Canoinhas (1963), Associação Comercial e Industrial de Criciúma (1952), Associação Comercial e Industrial de Joaçaba (1952), Associação Comercial e Industrial de Joinville (1939/1974), Associação Comercial e Industrial do Oeste Catarinense (1952/1968), Associação Comercial e Industrial de Rio do Sul (1952), Associação Comercial e Industrial de Santa Catarina (1964/1977), Associação Companheiros da América (1968/1988), Associação de Crédito e Assistência Pesqueira de Santa Catarina (1968), Associação de Crédito e Assistência Rural do Estado de Santa Catarina (1968/1977), Associação Criciumense de Imprensa (1970), Associação dos Cronistas Esportivos de Santa Catarina (1968), Associação de Engenheiros Agrônomos de Santa Catarina (1969), Associação dos Engenheiros da Rede de Viação Paraná - Santa Catarina (1972/1974), Associação da Escola Superior de Guerra (1978), Associação dos Ex-combatentes do Brasil (1970), Associação Filatélica de Santa Catarina (1951/1995), Associação dos Funcionários da IOESC (1982), Associação dos Funcionários do Tesouro do Estado de Santa Catarina (1973), Associação Helênica de Santa Catarina (1946/1990), Associação Joinvilense de Suplentes, Ex-suplentes e Ex-vereadores do PDS (1984), Associação dos Municípios do Alto Rio do Peixe (1971/2007), Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (1970/1976), Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (1970/1976), Associação dos Municípios do Meio Oeste Catarinense (1969/1975), Associação dos Municípios do Norte de Santa Catarina (1968/1976), Associação dos Municípios do Oeste de Santa Catarina (1952/1976), Associação dos Municípios do Planalto Norte Catarinense (1969/1976), Associação dos Municípios da Região do Alto Vale do Itajaí (1970/1976), Associação dos Municípios da Região da Grande Florianópolis (1963/1976), Associação dos Municípios da Região de Laguna (1970/1976), Associação dos Municípios da Região Serrana (1969/1976), Associação dos Municípios do Sul do Estado de Santa Catarina (1970/1976), Associação Rural de Caçador (1947), Associação Rural do Município de Orleans (1947), Associação Rural do Município de Tijucas (1947), Associação Rural de Videira (1947), Associação dos Servidores Civis do Brasil (1967), Associação dos Servidores da Escola Industrial (1966).

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Índice onomástico dos requerimentos de concessões de terras da Diretoria de Terras e Colonização (1885/1908), v. 5

Neste volume foi organizada a Série documental Requerimentos da Diretoria de Terras e Colonização do período de 1885,
1896 e de 1900 a 1908. Os Requerimentos tratam, na sua maioria, das concessões de terras do Estado aos colonos imigrantes. No entanto, encontramos Requerimentos que não se tratam de concessões de terras e achamos melhor descrevê-los ao final deste Índice, trocando o campo da Localidade pelo campo Assunto. Também encontramos nesses códices/volumes outros tipos de documentos, tais como: Declarações, Recibos de Pagamentos (Emolumentos), Designação de Lotes de Terras, Abaixo-assinados, Traslado, Edital e Cópia de Edital, Título de Nomeação, Certidão, Procuração, Atestados e outros, todos esses anexos ao Requerimento.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Inventário das séries e subséries documentais do fundo do Arquivo Público do Estado de Santa Catarina (1932/2016)

O Inventário do fundo do Arquivo Público do Estado de Santa Catarina, pertence ao acervo permanente da mesma instituição, e foi produzido a partir da análise documental, documento por documento, separas as séries e subséries documentais e organizadas em pastas poliondas etiquetadas cronologicamente. O inventário está representado em ordem alfabética e cronológica das séries e/ou subséries documentais que são: Abaixo assinados, Acordos, Atas, Atestados, Boletins de Acompanhamentos, Boletins Informativos, Cadastros, Catálogos, Certidões, Certificados, Contratos, Controles de Frequências, Convênios, Convites, Correspondências Expedidas, Correspondências Recebidas, Currículos, Declarações, Demonstrativos, Diplomas, Discursos, Divulgações, Dossiês, Editais, Estatísticas, Estatutos, Exposições de Motivos, Fichas, Fichas Funcionais, Folders, Formulários, Guias, Índices, Instruções Normativas, Inventários, Laudos, Legislações, Listas, Manuais, Moções, Normas, Notas Fiscais, Orçamentos, Ordens de Serviços, Organogramas, Pareceres, Pedidos, Planilhas, Planos, Prestações de Contas, Processos, Produções Intelectuais, Programas, Projetos, Propostas, Publicações, Quadros, Questionários, Recibos, Regimentos, Registros, Registros de Projetos Leis, Regulamentos, Relações, Relatórios, Resoluções, Requerimentos, Requisições, Tabelas e Termos. Os documentos datam do período de 1932 a 2016.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Transcrição paleográfica dos Registros de Imóveis dos proprietários do Campo do Manejo – Juízo de Fora (1817)

A transcrição paleográfica dos Registros de Imóveis dos proprietários do Campo do Manejo - Juízo de Fora compreende o ano de 1817. Os documentos transcritos tratam-se de registros de terrenos e seus respectivos proprietários, contendo, também, Traslados de Provisão solicitando a medição, demarcação e tombo para rocio (roça antiga, convertida em capinzal) e patrimônio da Câmara da Ilha de Desterro, medidas e valores pagos para esses serviços.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Inventário analítico dos Registros de Correspondências Recebidas pelo Governador/Comandante das Armas de Santa Catarina (1822/1831), v. 1

Os cargos de Governadores ou Comandantes das Armas foram instituídos nas províncias da colônia a partir de 1821, com a incumbência de administrar e organizar as forças militares. Sua criação é fruto das transformações feitas pelas Cortes Gerais e Extraordinárias da Nação Portuguesa, instaladas em Portugal após o movimento liberal iniciado em agosto de 1820 na cidade do Porto, visando recuperar a posição portuguesa no cenário europeu e reconquistar a hegemonia política do Reino no império luso-brasileiro. Uma das principais medidas tomadas pelas Cortes foi à alteração das formas de Governo das Capitanias, com a criação das Juntas Provisórias e dos Governadores/comandantes das Armas subordinados diretamente a Portugal. O Inventário analítico dos registros de correspondências recebidas pelo Governador/Comandante das Armas está representado por verbetes que descrevem os documentos, e são compostos dos seguintes dados: destinatário (nome e o cargo); minuta do assunto; data (dia, mês e ano); e número da página. Neste volume 1 foi inventariada a Subsérie Registros de Correspondências Recebidas, do período de 1822 a 1831.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Inventário analítico dos Registros de Correspondências Recebidas pelo Governador/Comandante das Armas de Santa Catarina (1831/1834), v. 2

Os cargos de Governadores ou Comandantes das Armas foram instituídos nas províncias da colônia a partir de 1821, com a incumbência de administrar e organizar as forças militares. Sua criação é fruto das transformações feitas pelas Cortes Gerais e Extraordinárias da Nação Portuguesa, instaladas em Portugal após o movimento liberal iniciado em agosto de 1820 na cidade do Porto, visando recuperar a posição portuguesa no cenário europeu e reconquistar a hegemonia política do Reino no império luso-brasileiro. Uma das principais medidas tomadas pelas Cortes foi à alteração das formas de Governo das Capitanias, com a criação das Juntas Provisórias e dos Governadores/comandantes das Armas subordinados diretamente a Portugal. O Inventário analítico dos registros de correspondências recebidas pelo Governador/Comandante das Armas está representado por verbetes que descrevem os documentos, e são compostos dos seguintes dados: destinatário (nome e o cargo); minuta do assunto; data (dia, mês e ano); e número da página. Neste volume 2 foi inventariada a Subsérie Registros de Correspondências Recebidas, do período de 1831 a 1834.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Transcrição paleográfica dos Ofícios do Vice-Rei para Governo da Capitania (1782/1789), v. 2

Neste volume, os documentos são enviados do Rio de Janeiro pelo vice-rei Luis de Vasconcelos e Souza (30/04/1778 a 09/05/1790) para os Governadores da Capitania Francisco de Barros Moraes Araujo Teixeira Homem (05/07/1779 a 07/07/1786) e José Pereira Pinto ( 07/07/1786 a 07/01/1791). Este Instrumento de Pesquisa referente aos “Ofícios do Vice-Rei para Governador da Capitania” do período de 1782 a 1789. Os ofícios abordam os seguintes assuntos: envio de soldados para os Regimentos de Santa Catarina; remessa de fardamento; promoção de militares; fornecimento de farinha de trigo e mandioca; remessa de madeiras; vinda de clérigos para a província; vinda de degredados; deserção e baixa de soldados; cultivo do linho cânhamo e coxonilha; contrato das baleias; Confraria do Senhor Jesus dos Passos; conserto e abertura de estradas; casamento de Dom João e Carlota Joaquina; envio de correspondências; consertos de Igrejas; mapas das Fortalezas, mapas das contas da Provedoria; falecimento de Dom Pedro III; envio de pérolas, penas e peles de pássaros para a Corte.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Inventário analítico dos Ofícios Expedidos da Inspetoria de Higiene e Saúde Pública do Porto para Governo do Estado, Secretaria do Interior e Justiça e Secretaria Geral dos Negócios do Estado (1890/1919)

O Inventário Analítico dos ofícios expedidos da Inspetoria de Higiene e Saúde Pública do Porto para o Governo do Estado, Secretaria do Interior e Justiça e Secretaria Geral dos Negócios do Estado, compreende o período de 1890 a 1907 e de 1918 a 1919. Os documentos tratam na sua maioria de assuntos administrativos da Inspetoria, tais como: nomeação e exoneração de funcionários, pagamento de pessoal e de medicamentos, fiscalização do Matadouro Público do Estreito, Inspetoria de Lacticínios e Hospital das Caldas do Cubatão, dos comércios e vendedores ambulantes quanto ao cumprimento do Regulamento Sanitário Terrestre, aplicação de multas, inspeção dos navios, serviço de quarentena, realização de inspeção de saúde dos funcionários públicos e outros, vacinação, controle das epidemias de: varíola, disenteria, febres perniciosas, febre amarela, influenza, beribéri, manutenção dos Hospitais de isolamentos nos lugares: Guarazes, Sant´Anna, Santa Cruz e Ratones.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Inventário analítico das Correspondências Recebidas da Presidência da Província e Governo do Estado para a Inspetoria da Saúde Pública, Inspetoria de Higiene Pública e Inspetoria de Saúde do Porto (1887/1899)

Neste volume foi organizada a Série documental Correspondências Recebidas da Presidência da Província e Governo do Estado para a Inspetoria da Saúde Pública, Inspetoria de Higiene Pública e Inspetoria de Saúde do Porto do período de 1887 a 1899. No entanto, também encontramos correspondências expedidas para Juízo de Direito da Comarca de Curitibanos, Presidência do Superior Tribunal de Justiça, Presidência do Conselho Municipal de São José e Secretária dos Negócios da Justiça do Estado do Ceará. Os documentos tratam na sua maioria de assuntos administrativos da Inspetoria, tais como: nomeação e exoneração de funcionários, pagamento de pessoal e de medicamentos, inspeção médica de funcionários públicos, fiscalização do Matadouro Público do Estreito, comissão sanitária para fiscalização do asseio da Província, inspeção dos navios, serviço de observação e quarentena, vacinação e revacinação, vacinação animal, controle das epidemias de: varíola, febres palustre, intermitentes, febre amarela, coqueluche, rubéola (sarampão), sarampo, cólera-morbo, manutenção dos Hospitais/lazaretos de isolamentos nos lugares: Guarazes, Sant´Anna, Santa Cruz e Ratones, Enfermaria da Rita Maria, Hospital das Caldas da Imperatriz, Convenção Sanitária entre Brasil e as Repúblicas da Argentina e Oriental do Uruguai e ainda o Paraguai (Decreto 10.318 de 22/08/1889), expedição de licenças para abertura de Farmácias, condições dos alienados em tratamento em hospícios, casas de saúde e prisões, fiscalização do exercício médico (arte de curar).

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina