Mapa da população

Taxonomia

Código

Nota(s) de âmbito

Nota(s) de fonte(s)

Nota(s) de exibição

Termos hierárquicos

Mapa da população

Termos equivalentes

Mapa da população

Termos associados

Mapa da população

10 Descrição arquivística resultados para Mapa da população

10 resultados diretamente relacionados Excluir termos específicos

Catálogo seletivo sobre a Escravidão. Fonte: Ofícios das Chefias da Polícia para Presidência da Província (1833/1870)

Este Catálogo é o resultado do levantamento das fontes existentes no acervo do Arquivo Público do Estado de Santa Catarina em comemoração ao Centenário da Abolição da Escravatura em 13 de agosto de 1888. Procuramos arrolar determinados fundos documentais por existir um número volumoso· de informações referente aos escravos sendo feito a transcrição destes e pela ordem cronológica.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Catálogo seletivo sobre a Escravidão. Fonte: Ofícios das Chefias da Polícia para Presidência da Província (1855/1859), v. 1

Este Catálogo é o resultado do levantamento das fontes existentes no acervo do Arquivo Público do Estado de Santa Catarina em comemoração ao Centenário da Abolição da Escravatura em 13 de agosto de 1888. Procuramos arrolar determinados fundos documentais por existir um número volumoso· de informações referente aos escravos sendo feito a transcrição destes e pela ordem cronológica.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Catálogo seletivo sobre a Escravidão. Fonte: Ofícios das Chefias da Polícia para Presidência da Província (1860/1862), v. 2.

Este Catálogo é o resultado do levantamento das fontes existentes no acervo do Arquivo Público do Estado de Santa Catarina em comemoração ao Centenário da Abolição da Escravatura em 13 de agosto de 1888. Procuramos arrolar determinados fundos documentais por existir um número volumoso· de informações referente aos escravos sendo feito a transcrição destes e pela ordem cronológica.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Catálogo seletivo sobre a Escravidão. Fonte: Ofícios das Chefias da Polícia para Presidência da Província (1863/1866), v. 3

Este Catálogo é o resultado do levantamento das fontes existentes no acervo do Arquivo Público do Estado de Santa Catarina em comemoração ao Centenário da Abolição da Escravatura em 13 de agosto de 1888. Procuramos arrolar determinados fundos documentais por existir um número volumoso· de informações referente aos escravos sendo feito a transcrição destes e pela ordem cronológica.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Catálogo seletivo sobre a Escravidão. Fonte: Ofícios das Delegacias de Polícia para Presidência da Província (1842/1869), v. 1

Este Catálogo é o resultado do levantamento das fontes existentes no acervo do Arquivo Público do Estado de Santa Catarina em comemoração ao Centenário da Abolição da Escravatura em 13 de agosto de 1888. Procuramos arrolar determinados fundos documentais por existir um número volumoso· de informações referente aos escravos sendo feito a transcrição destes e pela ordem cronológica.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Inventário analítico dos Ofícios das Câmaras Municipais para Presidência da Província (1833/1836) v. 3

Neste volume foi organizada a Subsérie Ofícios, do período de 1833 a 1836. Encontramos ainda, um documento datado de 1831 e um documento do tipo Ata. E também encontramos nestes códices/volumes documentos encaminhados para o Vice-Presidente da Província, Secretário do Governo Provincial. Os lugares de origem dos documentos são: Desterro, Vila de Laguna, Laguna, Vila de Lages, Lages, Vila de São José, Vila de São Miguel, São Miguel, Vila de Porto Belo, Porto Belo, Rio São Francisco. Os documentos tratam na sua maioria de assuntos administrativos das Câmaras Municipais, tais como: nomeações, eleições, posse, juramentos etc; Leis, Atas, Portarias, Decretos, Atos, Falas, Resoluções, Regulamentos, Regimentos, Posturas etc, e ainda, da situação das escolas públicas e particulares e dos alunos e professores de primeiras letras; encaminhamento de lâminas de pus vacínico, epidemia de cólera mórbus (cidades do Porto, Bremen, Hokolino, Novkeping, Gottumburgo e Marselle), Sociedade de Medicina do Rio de Janeiro sobre o tratamento das febres intermitentes (chamadas “pisões”), Memória escrita por Hercules Bitawiano sobre vacina, inspeção de saúde nos portos (entrada de embarcações); comércio (fixação do preço da carne verde e da aguardente para consumo e cobrança de subsídios dos líquidos e panos de algodão); locais para logradouros públicos; situação das cadeias (segurança, sustento dos presos pobres, obras e reformas), Comissão de visita as prisões civis e estabelecimentos públicos de caridade; solicitação de escravos das nação; alistamento das Guardas Nacionais; obras públicas (lançamento da décima dos prédios urbanos, melhoramento da estrada de Lages, Morro dos Cavalos, Ponte de Imaruhi, Ponte de Biguaçu, caminho do Morro do Boi e Curitiba, estrada para Colônia São Pedro de Alcântara etc); terrenos de Marinha, terras devolutas e demarcação de terras, Patrimônio das Caldas do Sul e do Norte, parecer sobre os cortes do Rio de Cubatão, retirada de madeira nos logradouros públicos e nas vargens de Tijuquinhas, caçada aos guarás; Correios; acontecimentos na Província de Minas Gerais; voltado do Duque de Bragança ao Brasil; estabelecimento das Juntas de Paz; sepultamento de corpos; trabalho de mineração em Candongas (MG); mapa da população dos Municípios; relação dos expostos; instalação da Assembleia Legislativa Provincial; posse do Presidente da Província José Mariano de Albuquerque Cavalcante; roubo de cédulas e chapinhas de cobre; Proclamação; cultura, fábrica e preparação da erva mate; cultivo da árvore Pinus Sylvestre, receita para evitar ferrugem do trigo etc.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Inventário analítico dos Ofícios das Câmaras Municipais para Presidência da Província (1837/1839), v. 4

Neste volume foi organizada a Subsérie Ofícios, do período de 1837 a 1839. Encontramos nestes códices/volumes documentos encaminhados para o Vice-Presidente da Província, Secretário da Província, Presidente, Secretário e Vereadores das Câmaras, Juízes de Paz e Promotores Públicos. Os lugares de origem dos documentos são: Desterro, Villa da Laguna, Laguna, Villa de Lages, Lages, Villa de São José, São Jozé, Villa de São Miguel, Villa de Porto Bello, Porto Belo, Rio São Francisco, São Francisco, Barra Velha, Curitibanos, Nossa Senhora das Necessidades e Distrito de Itapocoroy. Os documentos tratam na sua maioria de assuntos administrativos das Câmaras Municipais, tais como: nomeações, eleições, posse, juramentos etc; Avisos, Atas, Atos, Decretos, Falas, Leis, Portarias, Posturas, Resoluções, Regulamentos, Regimentos, e ainda, mapas da população; situação das escolas públicas e particulares e dos alunos e professores de primeiras letras e da educação dos filhos de escravos; vacinação, epidemias de cólera mórbus, lepra e febre perniciosa (em Nápoles, Egito e Estados Unidos); cultura do Pinheiro, Pinho da Rússia, Linho (para fabricação de cordas), Araruta e Palmeira Sagú; comércio (escassez da farinha de mandioca, a venda de pólvora, fiscalização do gado (qualidade da carne), proibição da exportação do feijão e da farinha de mandioca), padrão de medidas, a falta da moeda de cobre para troco e Manual do Agricultor; periódico publicado na Corte da Sociedade Auxiliadora da Indústria Nacional; situação das cadeias (obras e reformas) e a situação dos presos (transferência, sustento e saúde dos presos e escoltas para o trabalho), Guardas Nacionais, ataque de Bugres, invasão da força rebelde do Rio Grande (Lages e Laguna); obras públicas diversas (enchentes); terras devolutas, limites, sesmarias, concessão da Ilha do Largo e do Papagaio; formação da Junta de Paz, e a menção de um americano (Androu Yeates).

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Inventário analítico dos Ofícios das Câmaras Municipais para Presidência da Província (1886/1887), v. 19

Neste volume foi organizada a Subsérie Ofícios, do período de 1886 a 1887. Encontramos também documentos do tipo Telegramas, Minutas e Relatórios. O códice/volume de 1886/1887 são minutas da Câmara Municipal de Desterro para Diversos Correspondentes. Os lugares de origem dos documentos são: Desterro, Laguna, Tubarão, Araranguá, São José, São Miguel, Biguaçu, Tijucas, Camboriú, Itajaí, Blumenau, São Luiz, São Francisco, Joinville, Parati, São Bento, Lages, Curitibanos e Campos Novos. Os documentos tratam na sua maioria de assuntos administrativos das Câmaras Municipais, tais como: nomeações, eleições, posses, juramentos etc; Leis, Avisos, Atas, Portarias, Decretos, Atos, Falas, Resoluções, Regulamentos, Regimentos, Posturas etc, e ainda, tratamento e profilaxia para cólera morbus, epidemia de varíola e febre amarela, quarentena na fortaleza de Santa Cruz, preocupação com o asseio e a higiene pública; conserto de estradas, pontes e caminhos; alimentação e tratamento dos presos pobres; Sociedade Central de Geografia Comercial de Berlim – exposição; proibição da colheita nos matos da goma de pau de vinho ou goma araxina; naturalização de estrangeiros; pedido de compra ao Estado de terrenos devolutos; envio ao Museu Nacional de objetos arqueológicos das tribos selvagens; estatísticas da população e indústria; pedindo de distribuição de sementes de trigo e alfafa para São Bento; Sociedade Dramática Doze de Agosto; designação da fortaleza de Sant´Anna para deposito de Pólvoras; edificação de quiosques próximos ao mercado público de Desterro; pedra lavrada por indígena no lugar denominado “Paixão” da Laguna; relatório da Biblioteca Popular de Laguna; enchente do rio Tubarão; divisas dos municípios; relatório dos principais aspectos da vila de Blumenau - 1887; exploração de conchas no rio São Francisco; informações sobre o estado da agricultura, indústria pastoral agrícola e indústria em geral; informações topográficas e históricas de Lages – 1887.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Transcrição paleográfica das Correspondências dos Arciprestes e Vigários para Governo da Capitania e Presidência da Província (1785/1830)

Este Instrumento de Pesquisa referente às “Correspondências dos Arciprestes e Vigários para Governador da Capitania e Presidente da Província de Santa Catarina” do período de 1785 a 1830. As correspondências abordam os seguintes assuntos: relatos de como se encontram as freguesias e vilas, remessa de estatística (mapas) com o número de habitantes nas vilas, solicitação de pagamento de côngruas, doação de côngruas, indicação de nomeação de cargos, remessa de listas com nomes de freguesias, arraiais, capelas e curados existentes em determinados distritos, relatos de fatos ocorridos nas vilas (intrigas entre Câmara Municipal e Vigário), solicitação de consertos de estradas e ajuda com donativos para suprir as despesas da Província, nova ordem sobre testamentos e ajuda para concluir obras (igreja e cemitério).

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Transcrição paleográfica dos Ofícios do Vice-Rei para Governo da Capitania (1820/1821), v. 8

Neste volume, os documentos são enviados do Rio de Janeiro pelos vice-reis Thomaz Antonio de Villanova Portugal (07/01/1820 a 27/12/1820), pelo Conde de Palmella (27/12/1820 a 21/02/1821), por Silvestre Pinheiro Ferreira (27/02/1821 a 18/04/1821), por Carlos Frederico de Paula (30/04/1821 a 29/12/1821) para os governadores da Capitania João Vieira Tovar e Albuquerque (07/01/1820 a 31/07/1821) e Thomaz Joaquim Pereira Valente (13/08/1821 a 29/12/1821). Este Instrumento de Pesquisa referente aos “Ofícios do Vice-Rei para Governador da Capitania” do período de 1820 a 1821. Os ofícios abordam os seguintes assuntos: nomeações de cargos, concessão de aposentadoria, concessão de licenças, fortificação da Ilha, perdão por deserção, solicitação de patentes, pagamento de soldos, relação nominal de militares, promoções, remessa de material para as tropas militares, concessão de baixa do Serviço Real e mapas da produção, exportação, população e consumo de gêneros da província.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina